O riso na filosofia da criação de Nietzsche

Rosa Dias

Resumo


Trata-se de investigar as passagens em que Nietzsche fala do riso e da alegria, sobretudo na sua forma de “gaia ciência”, como enfrentamento trágico da seriedade metafísica.


Palavras-chave


Riso; gai saber; seriedade.

Texto completo:

PDF

Referências


CHAVES, Ernani, “O trágico, o cômico e a distância artística: arte e conhecimento em A gaia ciência de Nietzsche”. Belo Horizonte: Kriterion, v. XLVI, p.273 -282.

CRAGNOLINI, Monica, “De la risa dissolvente a la risa constructiva: una indagacion nietzschiana”, in Nietzsche actual e inactual. Buenos Aires: Oficina de Publicaciones, 1996, Vol. 2, p.99 a 122.

FERRAZ, Maria Cristina, Nietzsche, O Bufão dos deuses, Rio de Janeiro: Relume Dumará,1994.

MACHADO, Roberto, Zaratustra Tragédia Nietzschiana, Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editora, 1997.

NIETZSCHE, Friedrich. Sämtliche Werke. Kritische Studienausgabe. Edição crítica organizada por Giogio Colli e Mazzino Montinari. 15 vols. Berlim/ Nova York: Walter de Gruyter, 1988

_____. Sämtliche Briefe.Kritische Studienausgabe. Organizada por Giorgio Colli e Mazino Montinari. Berlim: Walter de Gruyter & Co., 1975/1984, 8v.

_____. O nascimento da tragédia. Trad. J. Guinsburg, São Paulo: Companhia das Letras, 1992.

_____. Humano, demasiado humano. Trad. Paulo César de Souza, São Paulo: Companhia das Letras, 2000.

_____. Humano, demasiado humano II. Trad. Paulo César de Souza. São Paulo: Companhia das Letras, 2008.

_____. Aurora. Trad. de Paulo César de Souza. São Paulo: Companhia das Letras, 2004.

_____. A gaia ciência. Trad. de Paulo César de Souza. São Paulo: Companhia das Letras, 2001.

_____. Assim falou Zaratustra. Trad. Paulo César de Souza. São Paulo: Companhia das Letras, 2011.

_____. Além do Bem e do Mal. Trad. Paulo César de Souza. São Paulo: Companhia das Letras, 1992.

_____. Genealogia da Moral. Trad. de Paulo César de Souza. São Paulo: Brasiliense,

_____. Crepúsculo dos ídolos. Trad. Paulo César de Souza. São Paulo: Companhia das Letras, 2006.

_____. O caso Wagner e Nietzsche contra Wagner. Trad. Paulo César de Souza. São Paulo: Companhia das Letras, 1999.

_____. Fragmentos Póstumos, 1887-1889. Trad. Marco Antonio Casanova. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2012.

PHILONENKO, Alexis. Nietzsche. Le rire et le tragique. Paris: Librairie Générale Française, 1995.

SUAREZ, Rosana. Nietzsche comediante. Rio de Janeiro: 7letras, 2007.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Rosa Dias