Nietzsche e a questão do corpo: a tarefa de ganhar-se a si mesmo

Patrícia Boeira de Souza

Resumo


Este trabalho tem por intento compreender três questões relacionáveis e que cumprem papel de relevância para traçarmos algumas importâncias sobre aquilo que Nietzsche considera a tarefa de ganhar-se a si mesmo, algo que é da conta daquele que confere honra as coisas, que não está impotente para admirar. Logo, essas questões relacionáveis são mais especificamente: a questão da doença; a questão da saúde; e o pessimismo como uma espécie de processo terapêutico – antes o pessimismo da revolta (ao invés do pessimismo da indignação). Levando em consideração que estes aspectos dizem respeito ao corpo, que é território e laboratório de nossas experimentações, a questão da tarefa é reflexão sobre o estado de estar a favor da vida e contra o fastio, contra o sentimento de exasperação.

Palavras-chave


saúde; doença; pessimismo; tarefa; terapêutica.

Texto completo:

PDF

Referências


FOUCAULT, M. Microfísica do poder. São Paulo: Ed Graal, 2012.

NIETZSCHE, F. Assim falou Zaratustra. São Paulo: Ed. Companhia das Letras, 2011

_____. A gaia ciência. São Paulo: Ed. Companhia das Letras, 2012

_____. Crepúsculo dos Ídolos. São Paulo Ed. Companhia das Letras, 2006.

_____. Ecce Homo. Porto Alegre: L&PM Editores, 2003.

_____. Fragmentos póstumos, verão de 1883.

_____. Humano demasiado humano. São Paulo: Ed. Companhia de Bolso, 2015


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Patrícia Boeira de Souza